Publicações

Amiga (o) de caminhada, Não confundas autonomia com recursos oferecidos a ti pela divina providência. Autonomia é estágio de um processo deflaglado por ti mesmo(a). Em verdade, um efeito de tua perseverança na longa e exaustiva viagem da interiorizaçao. Pede a DEUS para dilatar teu dicernimento a fim de usá-la afinada com os propósitos do bem, entretanto, felicita a ti mesmo(a) lográ-la,porque é conquista individual,inalienável e intransferível. De nossa parte, se algo fizemos para chegares até este ponto evolutivo,foi, tao somente, lembrar-te sempre que todos merecemos se felizes.
Ocorreu um erro neste gadget

Em Nossa Marcha


"Perguntou-lhe Jesus: ─ "Que queres que eu faça?"- (Marcos, 10, 51.)

Cada aprendiz em sua lição. Cada trabalhador na tarefa que lhe foi cometida. Cada vaso em sua utilidade. Cada lutador com a prova necessária. Assim, cada um de nós tem o testemunho individual no caminho da vida. Por vezes, falhamos aos compromissos assumidos e nos endividamos infinitamente. No serviço reparador, todavia, clamamos pela misericórdia do Senhor, rogando-lhe compaixão e socorro. A pergunta endereçada pelo Mestre ao cego de Jericó é, porém, bastante expressiva. "Que queres que eu faça?" A indagação deixa perceber que a posição melindrosa do interessado se ajustava aos imperativos da Lei.Nada ocorre à revelia dos Divinos Desígnios. Bartimeu, o cego, soube responder, solicitando visão. Entretanto, quanta gente roga acesso à presença do Salvador e, quando por ele interpelada, responde em prejuízo próprio?Lembremo-nos de que, por vezes, perdemos a casa terrestre a fim de aprendermos o caminho da casa celeste; em muitas ocasiões, somos abandonados pelos mais agradáveis laços humanos, de maneira a retornarmos aos vínculos divinos; há épocas em que as feridas do corpo são chamadas a curar as chagas da alma, e situações em que a paralisia ensina a preciosidade do movimento. É natural peçamos o auxílio do Mestre em que nossas dificuldades e dissabores; entrementes, não nos esqueçamos de trabalhar pelo bem, nas mais aflitivas passagens da retificação e da ascensão, convictos de que nos encontramos invariavelmente na mais justa e proveitosa oportunidade de trabalho que merecemos, e que talvez não saibamos, de pronto, escolher outra melhor.
Fonte Viva
Chico Xavier/Emmanuel.

Incertezas

As vezes me perco... Entre o bem e o mal O certo e o incerto O puro e o impuro As vezes eu confundo... A candura e o temor O sincero e o desprezo O desejo e a fantasia As vezes me critico... Nas certezas Nas esperanças Nas tentativas E por momentos me faço ver... A sinceridade confundida com a banalidade A fidelidade fantasiada A amizade mascarada...

L~^

Apascenta


"Apascenta as minhas ovelhas". - Jesus (João 21:27)

Significativo é o apelo do Divino Pastor ao coração amoroso de Simão Pedro que lhe continuasse o apostalado.

Observando na Humanidade o seu imenso rebanho, Jesus não recomenda medidas drásticas em favor da disciplina compulsória.

Nem gritos, nem xingamentos.
Nem cadeia, nem forca.
Nem chicote, nem vara.
Nem castigo, nem imposição.
Nem abandono aos infelizes, nem flagelação aos transviados.
Nem lamentações, nem desepero.

"Pedro, apascenta as minhas ovelhas!"

Isso equivale a dizer:

- Irmão, sustenta os companheiros mais necessitados que tu mesmo.

Não te desanimes peranta a rebeldia, nem condenes o erro, do qual a lição benéfica surgirá depois.

Ajuda ao próximo, ao invés de vergastá-lo.
Educa sempre.Revela-te por trabalhador fiel.

Sê exigente para contigo mesmo e ampara os corações enfermiços e
frágeis que te acompanham os passos.

Se plantares o bem, o tempo se incumbirá da germinação, do desenvolvimento,da florescência e da frutificação, no instante oportuno.

Não analises, destruindo.

O inexperiente de hoje pode ser o mentor de amanhã.

Alimenta a "boa parte" do teu irmão e segue para diante. A vida
converterá o mal em detritos e o Senhor fará o resto.

Você possui muitos bens imperecíveis?



Talvez tenha lhe vindo à mente sua declaração de bens e direitos entregue ao fisco no último exercício fiscal. Mas nós não estamos falando desses bens, e sim dos bens da alma, realmente imperecíveis. Sim, quando voltarmos para o mundo espiritual, seremos identificados pelas nossas conquistas essencialmente espirituais. Sob esse ponto de vista as coisas ficam mais fáceis, pois todos temos possibilidades de angariar bens, já que eles independem de posição social ou financeira. No campo dos sentimentos, por exemplo, é possível que tenhamos uma lista grande dessas aquisições, desde que saibamos aproveitá-las. Valorizar um beijo carinhoso de criança. O abraço afetuoso de um amigo. A alegria do filho ao livrar-se das rodinhas auxiliares da sua bicicleta. A conversa com os pais e avós ao redor do velho fogão à lenha. O cheiro de mato molhado de chuva. O sol se despedindo no horizonte. A primeira flor, ofertada pelo nosso grande amor. A expressão de dor no olhar da filha que rompeu com o namorado. A explosão de alegria do filho que conquistou uma medalha nos jogos infantis. A desolação da filha quando lhe dissemos que não a levaríamos conosco na viagem de férias. Saber converter as relações estabelecidas por conveniência em amizade sincera. Com respeito à moral também há um imenso campo para "joeirar e ajuntar" bens imperecíveis. A humildade de pedir perdão por uma atitude equivocada. O respeito às idéias e opiniões dos outros. O cultivo da honestidade, ainda que a pouco e pouco. O sacrifício dos interesses próprios por amor à justiça. A caridade, que sabe perdoar e esquecer uma ofensa. A dignidade que não se deixa contaminar pelos interesses escusos. A sabedoria de não emitir opinião sobre um assunto que desconheça. E no campo intelectual há muito terreno para cultivar nossos bens imperecíveis. A leitura sistemática de tudo o que pode nos clarear a mente. Os questionamentos sinceros quanto à nossa natureza, origem e destino como seres humanos. A busca dos porquês da dor, das desigualdades intelectuais, morais e sociais. A derrubada do muro apodrecido do preconceito racial, religioso, cultural e social. Enfim, agora podemos avaliar o quanto de bens imperecíveis que já detemos e os que ainda estamos por conquistar. Mas, a verdade é que não sabemos de quanto tempo ainda dispomos na presente existência e, por essa razão, não podemos perder tempo. É preciso que valorizemos as horas e ajuntemos esses tesouros, aos quais Jesus se referia dizendo que são tesouros que o ladrão não rouba e nem a traça ou a ferrugem consomem.


(texto da equipe de redação do momento espírita)

Atendamos ao Bem



Meu livro de cabeceira...no meu mais profundo diálogo com Deus,na busca espiritual tão necessária para minha vida,abri meu livrinho... Eis aqui a resposta ... 18/02/08
“Em verdade vos digo que quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos,a mim o fizeste” – Jesus(Mateus,25:40)

Não só pelas palavras, que podem simbolizar folhas brilhantes sobre um tronco estéril. Não só pelo ato de crer, que, por vezes não passa de êxtase inoperante. Não só pelos títulos, que, em muitas ocasiões, constituem possibilidades de acesso aos abusos. Não só pelas afirmações de fé, porque, em muitos casos, as frases sonoras são gritos da alma vazia. Não nos esqueçamos do “fazer”. A ligação com o Cristo, a comunhão com a divina luz, não dependem do modo de interpretar as revelações do céu. Em todas as circunstâncias do seu apostolado de amor, Jesus procurou buscar a atenção das criaturas, não para a forma do pensamento religioso, mas para bondade humana. A boa nova não prometia a paz da vida superior aos que calejassem os joelhos nas penitências incompreensíveis, aos que especulassem sobre a natureza de Deus, que discutissem as coisas do céu por antecipação, ou que simplesmente pregassem as verdades eternas, mas exaltou a posição sublime de todos que disseminassem o amor, em nome do todo misericordioso. Jesus não se comprometeu com os que combatessem, em seu nome, com os que humilhassem os outros, a pretexto de glorificá-lo, ou com os que lhe oferecessem. Culto espetacular, em templos de ouro e pedra, mas sim afirmou que o menor gesto de bondade, dispensado em seu nome, será sempre considerado, no alto, como oferenda de amor endereçada a ele próprio. FONTE VIVA


Ninguém vive só.



Ninguém vive só. Nossa alma é sempre núcleo de influência para os demais. Nossos atos possuem
linguagem positiva. Nossas palavras influenciam à distância.

Achamo-nos magneticamente associados uns aos outros. Ações e reações caracterizam-nos a marcha. Assim, é necessário saber que espécie de forças projetamos naqueles que nos cercam.

Nossa conduta é um livro aberto que denuncia nossa condição interior. Muitos de nossos gestos insignificantes alcançam o próximo, gerando inesperadas resoluções. Quantas frases, aparentemente inexpressivas, que saem da nossa boca e estabelecem grandes acontecimentos.

A cada dia emitimos sugestões para o bem ou para o mal. Dirigentes arrastam dirigidos. Administrados inspiram administradores.

Qual caminho nossa atitude está indicando? Um pouco de fermento leveda toda a massa. Não dispomos de recursos para analisar a extensão de nossa influência, mas podemos examinar-lhe a qualidade essencial.

Cuidado, pois, com o alimento invisível que você fornece às vidas que o rodeiam. Em momentos de indignação, uma palavra mal colocada pode ser o estopim para induzir o próximo ao cometimento de desatinos de conseqüências irreversíveis. Um comentário maldoso talvez se multiplique ao infinito, causando na vida alheia dores e humilhações intensas. O pai que não cumpre os compromissos assumidos com os filhos pode suscitar neles a idéia de que não é importante manter a palavra dada. Esse exemplo negativo pode multiplicar-se por gerações. O chefe que não assume a responsabilidade pela orientação que dá aos subordinados instala a desconfiança em sua equipe.

Em momentos de crise, a ausência de coesão no ambiente de trabalho pode levar uma empresa à falência, em prejuízo de toda a coletividade. Por outro lado, comentar as virtudes de alguém que cometeu um pequeno deslize talvez faça cessar a maledicência. Em momentos de distúrbio, quem consegue manter o equilíbrio e a paz, exteriorizando isso mediante atos e palavras, faz murchar a insânia dos demais. Não raro tal conduta provoca um generalizado constrangimento, pela imediata e coletiva percepção do equívoco em que se incidia. Não há nada como a grandeza alheia para fazer o homem perceber sua própria pequenez. Defender corajosamente os mais fracos quiçá tenha o condão de motivar outras pessoas a também protegerem os desvalidos. Manter-se honesto e íntegro, mesmo em face das maiores tentações, talvez seduza outros para a causa do bem.

A visão da generosidade em franca atividade é um grande consolo, em um mundo onde o egoísmo grassa. Por se afigurar admirável a prática de virtudes, há tendência de alguém genuinamente virtuoso ser admirado e imitado. Nosso destino se desdobra em correntes de fluxo e refluxo. As forças que exteriorizamos hoje, potencializadas pelos atos que inspiramos, voltarão a nossa vida amanhã. Desse modo, nunca é demais prestar atenção no testemunho que damos. Será nossa presença um fator de equilíbrio no mundo? Por força da lei de causa e efeito, que opera no universo, recebemos o que damos. Se desejamos paz, compreensão e conforto, devemos oferecê-los ao próximo, por meio de nossos sentimentos, atos e palavras.

(texto da equipe de redação do momento espírita)

Fotos



Joguei fora fotos de nós dois
Reviver você não me faz bem
Nem vai me trazer o que já foi
Você mudou muito e eu também
Finjo que o tempo não passou
Busco em outros olhos ver você
Fotos do que foi o nosso amor
Não revelam outra pessoa pra ser
(refrão)
Uma vida pra tirar você da minha
Só seus flashes disparam meu coração
Já rasguei as fotos, mas, em pensamento
guardo cópias do seu beijo e solidão

Almas apaixonadas





Basta olhar nos teus olhos para enxergar além dos horizontes,
basta tocar em teus cabelos para começar uma viagem,
basta sentir o teu perfume para os meus sentidos se perderem.

Ai de mim, alma apaixonada pelos teus encantos,
sinto-te tão perto e ao mesmo tempo tão distante,
talvez, seja apenas angústia de uma pessoa sonhadora,
que busca esse amor perfeito,
o casamento das almas, o indissolúvel,
o que nem o tempo, assassino das paixões,
nem a própria morte, a separadora dos corpos,
poderão destruir.

É assim que te amo, além de todas as fronteiras,
é assim que te respeito, te busco, e me encanto.
De dia ou de noite, meus pensamentos te buscam,
e eu me entrego ao prazer de sonhar contigo.

Ai de mim, alma apaixonada,
sofro pela tua distância,
pela tua ausência, e mesmo em tua presença,
sofro pelos minutos contados,
pelo relógio que insiste em correr, sem respeitar o nosso amor.

Dizer que te amo é clichê velho e sem graça,
eu preciso de você para respirar, caminhar,
viver e até sonhar.
Mais que amor, o que eu sinto por você é a estranha certeza de que de alguma maneira, fazemos parte um do outro, coisa que só as almas apaixonadas podem entender,
por isso nosso amor não se explica, apenas se vive intensamente.


Por Paulo Roberto Gaefke Mensagem de
09/08 de 2003

Para Voc^


Somos felizes, porque cada qual escolheu seu caminho. Segui-lo é a certeza de uma escolha cheia de realizações com a satisfação de que nossa missão foi ou será cumprida. Esperemos pelo nosso dia, ele chegará com as respostas que tanto precisamos... Fiquemos com a calma precisa, a perseverança, que não nos deixa abandonar a estrada, e a fé naquilo que acreditamos e amamos... Estejamos sempre na presença de Deus e Jesus, que serão sempre nossa fortaleza... L~^

É Tão Bom Te Amar


Derrama teu amor na minha vida
Aperta minha mão me dá prazer
Meu coração espera o teu amor
Sedento de paixão e bem querer

A gente desgrudou sofri demais
Não dá pra ser feliz sem te amar
Não quero nunca mais deixar você
A gente colhe sempre o que plantar
Você nasceu pra ser minha alegria
Meu amor como eu queria
Que esse amor fosse sem fim
Eu ando com saudade dos teus beijos
Quero matar meu desejo
Ficar com você pra mim

Não me faça solidão
Eu preciso de você
Vem regar meu coração de amor
Que tá doido pra te ver

A gente desgrudou ...

Nando Cordel

Ocorreu um erro neste gadget

Senhor,médico de nossas almas!

Agradecemos a tua paciência para com nossas limitações.

Agradecemos o ensejo do aprendizado por meio da observação da nossa própria conduta.

E desejosos de prosseguir caminho afora, ao teu lado pedimos-te a proteção para guardarmos este mesmo espírito de renovação,de solidariedade e companherismo.

Aqui e onde mais estivermos, que seja feita a tua vontade... ASSIM SEJA

Quem por aqui passar...

Saiba que :

Em cada letrinha aqui digitada, em cada mensagem, cada foto, cada espaço, cada vídeo, cada música, possui muito, mas muito carinho e dedicação... Algumas linhas são minhas, outras não. Procuro preservar os direitos daqueles que escrevem, informando ao final a devida autoria, outras poderão aparecer sem esta informação. Alguns textos são digitados por mim, outros copiados e colados. Alguns, investigo a fonte e a veracidade, outros não... Mas o que importa neste espaço, é a verdadeira vontade, é o amor, e a reunião de minhas intenções. Poderei passar sempre aqui, ou não... Mas o que importa...é que se por acaso tu passares por aqui, que leves algo importante para ti... E lembrem-se sempre, desta frase , dita por Dalai-Lama:

“O diálogo é fonte de FELICIDADE."

Com Carinho,

Lorena.

NÃO ESTRAGUE O SEU DIA




  • A sua irritação não solucionará problema algum.
  • As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas.
  • Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar.
  • O seu mau humor não modifica a vida.
  • A sua dor não impedirá que o Sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus.
  • A sua tristeza não iluminará os caminhos.
  • O seu desânimo não edificará a ninguém.
  • As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter em benefício da sua própria felicidade.
  • As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você.
  • Não estrague o seu dia. Aprenda, com a Sabedoria Divina, a desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre para o Infinito Bem.
  • Chico Xavier/André Luiz.

    Agenda Cristã.


    "Força, coragem, determinação e muita fé"

    "Força, coragem, determinação e muita fé"

    Seja seu melhor administrador

    Centro espírita a caminho da Luz - PALESTRAS

    Loading...

    Hammed e Dr Adão Nonato

    Loading...

    Raul Teixeira

    Loading...
    Loading...
    Loading...
    "Em cada um de nós há um segredo, uma passagem interior, com Planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos." (S. Exupery)